quinta-feira, 19 de novembro de 2009

"Bruxa: A Face do Demônio" 1966


Uma professora, Gwen Mayfield (Joan Fontaine), está trabalhando num país pobre da África e é forçada pelos nativos locais a abandonar a escola, sofrendo forte pressão psicológica de um curandeiro praticante de cultos vodu. Retornando para a Inglaterra após enfrentar uma crise nervosa, ela é convidada a trabalhar num vilarejo afastado chamado Heddaby, onde é bem recebida pelos moradores e curiosamente descobre que não existem igrejas, pois a única está abandonada e destruída há duzentos anos.
Entre os moradores estão o casal de irmãos Alan Bax (Alec McCowen) e Stephanie (Kay Walsh), proprietários da escola, o jardineiro Dowsett (John Collins), o açougueiro Bob Curd (Duncan Lamont), que demonstra grande habilidade em arrancar a pele de coelhos, a jovem Valerie Creek (Michele Dotrice), filha da governanta da escola, e que está sempre disposta a servir a recém chegada professora, e outros. E entre os alunos destaca-se um casal de namorados adolescentes, Ronnie Dowsett (Martin Stephens, garoto que esteve anos antes nos clássicos "Os Inocentes" e "A Aldeia dos Amaldiçoados") e Linda Rigg (Ingrid Brett), que desperta uma atenção especial da Prof. Mayfield, por causa de estranhos acontecimentos com eles e suas famílias, que aos poucos vão revelando uma série de mistérios no pequeno vilarejo, envolvendo rituais de feitiçaria. 



Crítica do Site
Por Cainã Moura

Mais um ótimo filme com Joan Fontaine, que participou do filme de Hitchcock, "Rebecca". É um filme baseado em histórias de Hitchcock, com suspense que deixa você apreensivo e com vontade de saber, "O que vai acontecer com essa maluca?". Mas um clássico da Hammer que tem mais uma atriz super-famosa! Vale resaltar que Michelle Dotrice, que faz o papel de Valerie Creek, que é filha da goverata da escola é irmã de Karen Dotrice, aquela menininha do filme Mary Poppins!
Por isso dou:
4 Estrelas

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

"Mundos que se Chocam" 1954

Um cientista e piloto de avião, Dr. Douglas Martin (Peter Graves), participa de um teste de lançamento de uma bomba atômica, mas seu avião sofre um misterioso acidente e o companheiro de vôo morre na queda. Ele, porém, após dado como desaparecido, surge de forma estranha e com um lapso de memória. Uma vez hipnotizado, ele revela que foi retirado dos escombros por alienígenas que fizeram uma cirurgia em seu coração e que tinham como objetivo manipulá-lo para obter informações secretas dos testes de bombas para auxiliá-los num plano maquiavélico de invasão do planeta, utilizando insetos mutantes gigantescos e carnívoros para devastar a humanidade (seu planeta natal estava morrendo e eles precisavam de um outro mundo para viver). Cabe a sua bela esposa Ellen (Barbara Bestar), ao Coronel Banks (James Seay), ao agente do FBI Briggs (Steve Pendleton) e ao cientista Dr. Curt Kruger (Frank Gerstel), a função de entender o que está acontecendo e tentar ajudá-lo, evitando o sucesso do plano dos alienígenas hostis.


Crítica do SIte
Por Cainã Moura

Outro filme de Sci-Fi tipo aquele que já falamos aqui, "O Planeta dos Desaparecidos" , que giram em torno de uma só história, alienígenas invadindo o nosso planeta. O filme é em P&B pois, se eles iam passar na TV e não precisava ser em cores, pois cores só existia no Cinema naquela época. Os efeitos especiais são maneiros, para a época, e deixava qualquer um ficar pasmo: Como conseguiram colocar os animais daquele tamanho? Como conseguiram almentar os olhos do alienígena?
São essa perguntas que provavelmente seriam feitas naquela época!
Por isso dou:
3 Estrelas

"As Várias Faces de Christopher Lee" 1996


 O documentário, apresentado por ele próprio, mostra 56 minutos de depoimentos e curiosidades de bastidores sobre muitos de seus filmes, com a exibição de trechos de “Drácula: O Príncipe das Trevas” (Dracula: Prince of Darkness, 66), “As Bodas de Satã” (The Devil Rides Out, 68), “Rasputin – O Monge Louco” (66), “O Soro Maldito” (I, Monster, 71), e “O Homem de Palha” (The Wicker Man, 73), entre outros.
Dos vários comentários curiosos de Christopher Lee falando detalhes de seus filmes, ele revelou que não apreciou o roteiro de “Drácula: O Príncipe das Trevas”, que foi escrito por Jimmy Sangster (creditado como John Sansom), a partir de uma história do produtor Anthony Hinds (sob o pseudônimo de John Elder), dizendo que não foram aproveitadas nenhuma palavra ou qualquer diálogo original da obra de Bram Stoker, transformando o vampiro numa espécie de criatura do apocalipse. Então, em protesto, ele exigiu que sua participação fosse silenciosa, sem dizer uma única palavra no filme inteiro, apenas atuando com expressões faciais, e somente entrando em cena após quase cinquenta minutos de projeção.


Crítica do Site
Por Cainã Moura

Christopher Lee fala tudo sobre seus filmes, o que gostou, o que não gostou e fala também sobre o filme que ele diz que foi a melhor atuação dele: O Homem de Palha...
É um ótimo documentário para os fãs de Lee, e raro no Brasil para coprar em Lojas, somente pela Internet, pois a disbribuidora fechou as portas (London), e colocou nas lojas poucos exemplares...
Por isso dou:
3 Estrelas

"O Planetas dos Desaparecidos" 1961

O célebre cientista Prof. Benson (Claude Rains) descobriu a princípio que um planeta está viajando pelo espaço e numa rota de colisão com a Terra. Apelidado por ele como “Forasteiro” (no inglês, “Outsider”), mais tarde e após uma análise com cálculos matemáticos complexos, o homem da ciência corrigiu a informação inicial e avisou que o planeta não deveria mais se chocar com o nosso mundo. Entretanto, sua aproximação traz como conseqüências grandes alterações climáticas ao redor do globo, entre tempestades, inundações e furacões.
E, após verificar que o planeta intruso permaneceu misteriosamente estacionado em órbita da Terra, a situação ficou ainda mais preocupante. O comando terrestre, que possui bases e estações de pesquisa estabelecidas na nossa lua e em Marte, e é liderado pelo Comandante Robert Cole (Bill Carter), decide interceptar o planeta enviando uma nave em missão de reconhecimento, a qual foi recebida com hostilidade pelo invasor com um ataque de uma frota de discos voadores.Após interceptarem uma nave alienígena, que cai em solo terrestre, e descobrirem que são monitoradas à distância, sem pilotos, o Prof. Benson inventou uma forma de neutralizar os discos voadores e os oficiais decidiram fazer uma nova viagem ao planeta forasteiro, levando agora o famoso cientista com eles, além de sua assistente, Eve Barnett (Maya Brent), e seu noivo, o astrônomo Dr. Fred Steele (Umberto Orsini), entre outros. Lá chegando, a expedição descobriu em seu interior a existência de um imenso cérebro eletrônico responsável pelo controle do planeta, e que precisa ser desativado antes que uma guerra interplanetária tenha início e possa significar o fim da Terra


Críttica do Site
Po Cainã Moura

Mais um filme Sci-Fi , falando sobre "coisas do outro mundo"... Naquela época o pessoal ficou muito assustado com "aparecimento" de naves nos céus de todo o mundo, então para não sairem perdendo, os produtores aproveiraram toda história de extraterreste e fizeram vários filmes sobre eles, o que foi (ás vezes), um sucesso de bilheteria imenso, a maior prova de um desses filmes foi "Guerra dos Mundos", onde deixou muita gente com medo... Esse filme é típico daqueles que produzem pra passar nas TVs na época, eram filmes especialmente feitos para passaram na TV, e não no cinema ou ir para VHS, ás vezes, alguns faziam tanto sucesso que iam parar em VHS... Esse filme inspirou muitos outros produtores com seus efeitos especiais da época, mas pela história batida e moida de sempre... Dou 3 Estrelas para ele...

3 Estrelas


terça-feira, 17 de novembro de 2009

Mais uma Novidade em Breve no Site!


Galera! Mais uma novidade entrará em breve aqui no site!
De todos os filmes que vamos falar por aqui terá uma versão no 4 Shared para baixar!
Isso mesmo, todo o trailer que eu colocar aqui vocês poderão baixa-los em FLV.
Exceto os que não são trailers, como o do Post de Drácula de Dan Curis, que mostra o final do filme e também o do Post "O Mundo da Hammer", onde mostra a primeira parte do documentário...
Só estará disponível, trailer dos filmes e tabém aquele que estiverem exatamente assim:
"Clique Aqui para Baixar o Trailer deste filme em FLV"
O  post que não tiver esta frase não está disponível para baixar!
Só para lembrar, os vídeos estão livres de vírus!
Mas ainda vai ter em breve essa novidade! Quando o recurso já estiver funcionando, postarei para avisar a todos ok?
Valeu Galera! Até Logo! Amanhã postarei muito mais filmes e muito mais novidades que sempre vão estar aparecendo!

"A Fera deve Morrer" 1972



Tom Newcliffe, um excêntrico esportista milionário, convida um grupo de seis pessoas para passar um fim de semana em sua mansão e participar de uma brincadeira macabra. Ao se apresentar ao grupo, Newcliffe avisa que um dos presentes é um lobisomem que se revelará numa noite de lua cheia. Um dos mais importantes filmes de Peter Cushing ("Frankenstein Criou a Mulher" e "O Vampiro da Noite"), onde o espectador também faz parte do jogo e terá, assim como os convidados, oportunidade de desvendar o mistério.


Crítica do Site
Por Cainã Moura

Um raro filme da Amicus no Brasil, para mim um dos melhores, porque você participa do filme... é isso mesmo! É um filme tipo, detetive, onde quase no final do filme, um narrador pergunda:
"Então, já decobriu quem é o Lobisomem? Então tem 30s para descobrir..."
E então um relogio marcando 30s fica contando na tela mostrando o rosto de cada personagem, e quando acaba a contagem ele pergunta:
"E então? Acertou? Veremos..."
Assistir a um filme como esse é uma esperiencia e tanto, só faltava ser em 3-D para interagir totalmente com o fiilme, apesar do "Pastor-Alemão" não ser nada convincente sendo um Lobisomem...
Por isso dou:

4 Estrelas

"A Máscara de Satã" 1960

O filme inicia-se em 1830, com a princesa Asa (Barbara Steele) sendo julgada e condenada à morte pela Inquisição por prática de feitiçaria e vampirismo, recebendo a marca do demônio gravada em ferro quente nas costas, além também de ser obrigada a usar a "máscara de Satã", uma armadura coberta de pregos, cravada impiedosamente no rosto. Antes de ser executada na fogueira juntamente como o príncipe Igor Javutich (Arturo Dominici), também com o rosto perfurado pela máscara do diabo, e de ser consumida pelas chamas purificadoras com a terrível dor do fogo ardente na carne, a malévola Asa amaldiçoa seus carrascos e jura vingança aos seus inimigos.


Crítica do Site
Por Cainã Moura


Mais um filme incrível do Mestre Mario Bava, e também mais um crime da Igreja Católica e suas iquisições! Barbare Stelle está imcomparável neste filme, ela também participou de "Os Amantes Vampiros", o filme é cheio de efeitos especiais. Muitos efeitos são ótimos e muito bem feitos como a cena em que Stelle é duplicada, pois existe a boa e a má, o detalhe é que Stelle não tem irmã gêmea, veja a foto abaixo:


Mario Bava se superou em efeitos especiais, mas só errou em uma coisa, na colorização do filme, pois ele é de 1960 e nesta época já existia filmes coloridos, mas Bava adorava fazer filmes em Preto e Branco, isso era uma de suas especialidade . Percebe-se ainda, apesar de muitos efeitos ótimos, alguns precários, como a "marcação" da Bruxa em um corpo de cera e os furos no rosto da Bruxa.
Mas acima de tudo é um grande clássico do cinema de horror!
Por isso eu dou:

5 Estrelas

"O Caçador de Bruxas" 1968

Na Inglaterra do século 16, Matthew Hopkins (Vincent Price), um cruel e violento auto-intitulado caçador de bruxas está extorquindo ouro da população em troca de seus serviços. Inocentes e pecadoras eram torturadas e pagavam com a morte por seus supostos envolvimentos com bruxaria. Um homem, Richard Marshall (Ian Ogilvy), está determinado em acabar de vez com o reinado de sangue de Hopkins. Um dos mais impressionantes filmes baseados na obra de Edgar Allan Poe.


Crítica do Site
Por Cainã Moura

Mais um filme de Vincent Price, como vilão, caçador de bruxas e adivinha de quem? Allan Poe... Vincent está ótimo como sempre em suas atuações como vilão... Esse é o tipo de filme que a Ingreja Católica deve odiar... Mas isso é a pura verdade, a Ingreja Católica com suas "brincadeirinhas" quase matou mais que Hittler... Na verdade  filme é baseado nesta história... Ele tem um grande enredo e prende a pessoa do começo ao fim!
Po isso dou:
4 Estrelas

"Destruam toda a Terra" 1968


Quando o planeta terra está sendo ameaçado, resta somente a ajuda de Gamera, a tartaruga voadora que cospe fogo, destruindo uma das suas naves em plneo voo. mas os invasores desta vez, não estão para brincadeira"


Crítica do Site
Por Cainã Moura

O filme é mais um entre tantos da tartaruga Gamera, um filme Japonês onde homens se vestiam com roupas de bonecos e saiam pisando e cuspindo fogo pelas maquetes de menos de meio metro, até hoje fazem isso, com o seriado "Power Rangers"... A verdade é que os Japoneses adoravam desde cedo efeitos especiias devastadores e bombas esplodindo ali, faiscas faiscando acolá, e o resultado, as vezes, saia tão ridículo, que as pessoas riam do filme... Esse filme tem sim, partes bem mal feitas, tanto para a época mesmo, mas a maioria são efeitos legais que os Japoneses adoram fazer! Esse filme, mesmo sendo antigo, está com os efeitos mais avançado ainda do que "Power Rangers", que eu acho que todo mundo supera os "Rangers" em efeitos não é?
Por isso eu dou:
3 Estrelas

"Drácula: O Demônio das Trevas" 1973

A história é ambientada em 1897, onde o agente imobiliário Jonathan Harker (Murray Brown) chega à Bistritz, na Hungria, para visitar o castelo do Conde Drácula (Jack Palance), que tem interesse em comprar uma casa na Inglaterra. Porém, o misterioso cliente encontra uma foto entre os pertences de Harker onde aparece sua noiva Mina Murray (Penélope Horner), além de um casal de amigos, Arthur Holmwood (Simon Ward) e sua noiva Lucy Westenra (Fiona Lewis).
Drácula reconhece uma incrível semelhança entre sua falecida esposa e a jovem Lucy, tornando-se obcecado em encontrá-la. Para isso, ele decide aprisionar Harker em seu castelo e viaja a bordo de um navio russo com destino à Inglaterra para seduzir a moça. Lá, em Whitby, o conde se apossa da "Propriedade Carfax" e passa constantemente a fazer visitas para Lucy em sua casa na cidade vizinha de Hillingham.
Porém, ele terá que enfrentar a oposição do jovem Arthur, noivo da moça, e do médico da família Westenra, Dr. Van Helsing (Nigel Davenport), que havia sido chamado para diagnosticar os problemas de saúde que afetavam Lucy, que tornou-se sonâmbula e apresentava sempre uma curiosa perda de sangue depois de seus misteriosos passeios noturnos.


Crítica do Site
Por Cainã Moura


Este filme, é o mais fiel, na minha concepção, filme de Drácula, ele tem todo o clima duma história da Hammer e não deixou passar nada do livro, é a obra mais fiel do livro de Drácula... Jack Palance está incrível como Drácula...
Por isso dou:
4 Estrelas

"Drácula: O Príncipe das Trevas" 1966

Trata-se de "Drácula: O Príncipe das Trevas" (1966), que apesar de ser cronologicamente o terceiro, se encaixaria melhor como o segundo filme, pois é uma continuação do clássico "O Vampiro da Noite" (58), tanto que a narração é ilustrada com a sequência final envolvendo um duelo mortal entre o Conde Drácula (Christopher Lee) e seu inimigo Prof. Van Helsing (Peter Cushing) no filme que deu origem à saga do vampiro. E também o segundo filme cronológico da série, "As Noivas do Vampiro" (60), não tem a participação de Lee como Drácula.
Na história, dois casais ingleses em férias estão viajando pelo leste europeu, nos Montes Cárpatos. São eles, Charles Kent (Francis Matthews, de "A Vingança de Frankenstein", 58), sua esposa Diana (Suzan Farmer, de "Morte Para Um Monstro", 65), além do irmão de Charles, Alan Kent (Charles Tingwell) e a esposa Helen (Barbara Shelley, de "A Górgona", 64).



Crítica do Site
Por Cainã Moura


"Drácula: O Príncipe das Trevas' é o terceiro filme da Saga, que poderia ser o segundo, pois a introdução lembra o primeiro filme, mostrando partes de "Horror de Drácula"... O filme, foi o único da Saga a sair traduzido em português pela London, que as vezes a fala corta de um capítulo paara o outro, impossibilitando as vezes de ouvir algumas palavras, mas isso não é culpa do filme e sim da Dsitribuidora!
O filme eu considero um dos melhores da saga, com a ótima cena da destruição de Drácula, que para mim foi a melhor, dele caindo em um Lago congelado...
Por isso dou:
4 Estrelas

"Os 4 Pistoleiros do Apocalipse" 1975


Censurado em muitos países ao redor do mundo, este clássico 'spaghetti western' é considerado o mais violento de todos os tempos. Estrelado por Fabio Testi e dirigido pelo consagrado diretor italiano Lucio Fulci, "Os 4 Pistoleiros do Apocalipse" conta a estória de quatro sobreviventes de um povoado destruído que fugindo do massacre caem nas garras de um pistoleiro sanguinário e cruel. Um dos mais importantes filmes da fase clássica do faroeste italiano apresentado em nova versão remasterizada e sem cortes.


Crítica do Site
Por Cainã Moura

"Os 4 do Apocalipse" dizem que é um filme violento, eu não achei tão violento assim... Pode ser um clássico de Lucio Fulci, mas não tão violento quanto dizem, uma história mais ou menos e com atores razoaveis, mesmo assim prefiro Lucio Fulci fazendo filme de terror... Não tenho muito a dizer deste filme, mas ele é bom em alguns aspectos, é violento para o faroeste, mas não tanto...
Pos isso dou:

2 Estrelas


"Frankenstein criou a Mulher" 1967

Peter Cushing (1913-94) encarna pela quarta vez o cientista nesse curioso filme que substitui o habitual erotismo da produtora por um enredo até romântico, com uma detalhada recriação dos aspectos técnicos das experiências do barão, e que inclui uma certa relação com Pigmalião (a garota cujo corpo Frankenstein usa é complexada devido a sua deformação física e ele, auxiliado por outro cientista, a transforma numa beldade).

Crítica do Site
Por Cainã Moura

"Frankenstein criou a Mulher" é um típico filme do Dr. Frank. que vive fazendo suas esperiencias e que morre e não morre, a verdade é que a própia Hammer não sabe se ele morre ou não... O filme é um verdadeiro clássico da Hammer, que no título fez um "ironia" com  "E Deus criou a Mulher" de Brigitte Bardot, de Roger Vadim, que dirigiu Barbarella, um filme de Tudor Gates, que também escreveu "Os Amantes Vampiros" com Ingrid Pitt. A cena da mulher conversando com uma cabeça decepada é super orginal, mas uma coisa que deixou um "vazio" na história, foi o final... (contém Spoilers), a mulher que Frankstein cria, pula em uma "pequena" cascata, e o filme acaba, como se ela pulando morreria... não sei se a Hammer deixou daquele jeito pensando em uma continuação ou porque como se o Dr. Frank olhasse para ela pulando pensasse: " Pelo menos ela vai sair da vila e vai morar em outro lugar, ninguem descobrirá que ela é um monstro, meu trabalho está cumprido...".
Por isso dou:
3 Estrelas

"O Mundo da Hammer" 1990



"The World of Hammer", teria originalmente 26 capítulos, e que mostra a trajetória dos filmes da produtora inglesa "Hammer", estúdio especializado em cinema fantástico e que foi responsável entre meados dos anos 50 e metade da década de 70, por uma infinidade de preciosidades de FC e horror, marcando para sempre sua presença na construção da história do gênero.
Todos os episódios da série têm a duração de apenas 25 minutos cada e são narrados pelo ator Oliver Reed (falecido no final do século passado e mais conhecido por interpretar a fera em "A Maldição do Lobisomem", 61). Os vários programas possuem temáticas específicas falando desde atores famosos que trabalharam no estúdio como Christopher Lee e Peter Cushing, passando pelos monstros tradicionais do cinema como vampiros, múmias, lobisomens, zumbis, feiticeiras, até abordagens de mundos desconhecidos e perdidos no tempo e o próprio gênero ficção científica. Alguns títulos originais de episódios são "Hammer Stars: Cristopher Lee", "Hammer Stars: Peter Cushing", "The Curse of Frankenstein", "Lands Before Time", "Mummies, Werewolfs and the Living Dead", "Chiller", "Wicked Woman", entre outros, e geralmente eles foram distribuídos de forma separada como materiais extras de DVDs de filmes da "Hammer" lançados na Europa e Estados Unidos.

Crítica do Site
Por Cainã Moura


"O Mundo da Hammer" é um documentário que mostra como foi feito os filmes da Hammer e fala dos Atores, o documentário é legal e é interessante ver como foram feitos os clássicos da Hammer, eu indico a todos os que são fãns da Hammer!
Por isso dou:
3 Estrelas



"O Circo dos Vampiros" 1972

Vamos falar do filme "O Circo dos Vampiros":

Um demoníaco sedutor morre nas mãos dos habitantes de um povo. Este acontecimento não é mais do que o início dos seus problemas. Uma epidemia de peste que arrasa toda a região será a causa da hostilidade dos povos vizinhos contra eles.
É então que chega a esta povoação em terrífico circo com um espectáculo monstruoso. Uma mulher pantera, duas ninfas assassinas e um jovem vampiro ávido de sangue vingarão a morte do sedutor demónio matando um a um os culpados. 

Crítica do Site
Por Cainã Moura

"O Circo dos Vampiros" foi um dos últimos filmes sobre Vampiros da Hammer e o único a não ter continuidades, a Hammer mais uma vez se supera com os efeitos especiais, assim como a cena que me assusta muito, quando uma cruz enorme cai em cima de uma vampira fazendo um enorme furo em seu peito, mas sempre não mostra explicitamente, em um flash de 4 segundos e também na cena duma mulher pintada de tigre fazendo uma dança erótica totalmente nua, a Hammer e suas apelações na nudez... Quando todos nós pensamos que a Hammer estava falida com seus filmes de histórias moidas e remoidas ela nos aparece com esse filme surpeedente com uma história totalmente nova; vampiros que viram tigres, que comem crianças e que se apresentam em circo! Esse filme é realmente surpreendente mas ainda assim dou 4 estrelas...
4 Estrelas

"Os Amantes Vampiros" 1969

Hoje, nosso primeiro post depois dos atrasos, iremos falar de "Os amantes Vampiros" de 1969, popularmente conhecido como "Carmilla"...
Quando uma misteriosa condessa viaja para o exterior para visitar um amigo doente, o general Spielsdorf oferece sua hospitalidade para cuidar de sua filha Carmilla. O que o general não imagina é que Carmilla é a reencarnacão de uma terrível vampira que inicia um ritual macabro para saciar sua sede de sangue. Primeiro filme da trilogia Karnstein que explora a personagem criada pelo escritor irlandês Joseph Sheridan LeFanu.
Critica do Site
Por Cainã Moura

Erros foram feitos na distribuição do filme, que foi distribuido pela London, uma das maiores distribuidoras do Gênero, o primeiro erro, foi no título: "Carmilla, a vampira de Karnstein", o título certo seria "Os amantes Vampiros... Segundo erro, quando começa o filme, o nome aparece "The Vampire Lovers" e na legenda, o que traduz? "CARMILLA, A VAMPIRA" em letras maiúsculas... Mas na capa não esta dizendo que era a "Vampira de Karnstein"?, será que a London ficou com preguiça de escrever Karnstein? O Terceiro erro foi nos extras, que tinha escrito: Trailer Drácula e o Principe das Trevas, mas não era o Trailer deste filme, e sim de Drácula no Mundo da Minissaia....
Mas vamos falae exatamente do filme... "Os Amantes Vampiros", foi um dos melhores filmes feitos pela Hammer e um dos mais assistidos, pela temática forte, que antigamento o filme poderia ser chamado de "Erótico", aborda temas de vampiras lésbicas, ou que fazem de tudo por sangue (das duas uma). Mesmo a cena das cabertas sendo cortadas sejam rapidamente passadas em um flash de apenas 3 segundos mais ou menos, não deixa de perceber que o era um boneco de cera... Quem tiver o filme em casa, passa essa parte em Slow Motion e presta atençao... Mas acima de tudo, o filme tem um ar gótico, e pesado, que nos deixa com medo e apreensivo, o que seria, se fosse hoje em dia um filme gótico adolescente, como esse tal de "Crepúsculo" que tem por ai, mas claro com vampiros mais... Sérios!
Por isso eu dou:
4 Estrelas



segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Novidades no Blog!



Desculpe-me pessoal, mas alguns atrasos me fizeram para de postar sobre os filmes, mas eu começarei a postar a partir de amanhã!
Como podem ver, o site está com alguns Gadgets novos na interface! Tudo para ficar mais bonito e mais "Oficial"...
A Figura acima, mostra justamente, todas as novidades do nosso site: I Blogger Simbol - Acess Counter - Google Talk - Poll - Chat - Clock - Reactions
Bom, amanhã vou postar sobre o filme "Os Amantes Vampiros" (The Vampire Lovers - 1969), com Ingrid Pitt, que a propósito, já tocamos em seu nome no filme "A Condessa Drácula", linda como sempre...
Mas, amanhã vou postar sobre o filme! Ha! Quase esqueci de falar: Além do site ter um lugar específico para mandar mensagens, também temos um email!
Valeu galera! Até amanhã...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...